Nostalgie

Bem perto de acabar,
mas bem perto mesmo,
onde o ultimo alinhavar
de esperança ainda
desenhará colorido em cartolinas
o dia que não virá,
lembra das tardes que
que as sacolas de plástico
e as pedras do jardim
eram as fontes mais
sinceras de risos,
o futuro era um mito
e o desespero
era só uma palavra
das pessoas grandes.

 (Poeta Bastardo)



Categoria: Poesia |
| Postado em: 20.04.14

Deixe seu comentário